Reunião Comitê de Agroenergia define diretrizes para o programa RenovaBio

Na quinta-feira passada, dia 8 de junho, houve a votação sobre o Programa RenovaBio, que tem por objetivo expandir a produção de biocombustíveis, com o reconhecimento da sua contribuição para a economia, o meio ambiente, o desenvolvimento social e para a matriz energética brasileira.
Ao aprovar as diretrizes do Programa, o Conselho Nacional de Políticas Energéticas (CNPE), dá uma chance aos produtores fazendo com que o setor se amplie.
O aumento da demanda de cana com o RenovaBio trará maior número de empregos gerados pelo setor no Brasil. O país cumprirá os compromissos assumidos para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e se tornará mais competitivo internacionalmente, afirma Edmundo Barbosa, presidente executivo do Sindalcool.
Além disso, uma das diretrizes do Programa é fixar metas de emissão de gases para distribuidoras de combustíveis, fazendo com que aconteça a “descarbonização”.
Com muita expectativa, que todos os produtores e usineiros esperam que passe o projeto pela câmara dos deputados, é necessário o compromisso de todos os Parlamentares e a sociedade civil que procura reverter todo esse processo de desempregos que se instala em nosso país. Outro desafio será a luta com as distribuidoras.

BRASÍLIA-DF, 13/06/2017. Fernando Coelho Filho, Ministro de Minas & Energia, participa da reunião do Comitê de Agroenergia da Associação Brasileira do Agronegócio e o Presidente Executivo do Sindalcool/PB Edmundo Barbosa. Local: Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB
Foto: Saulo Cruz/MME

Já, nessa última terça-feira dia 13, tivemos a reunião do comitê formado para cada Secretário da Agricultura entregar um oficio. Membros do Conselho de Secretários da Agricultura, inclusive o Dr. Rômulo Montenegro, da Paraíba enviou carta semelhante. Nessa carta mostra-se os benefícios do RenovaBio, e a comemoração do adiantamento do Programa.

Fotos da reunião

Artigo: O que é o RenovaBio? – Plinio Nastari

One comment

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *