Energisa faz campanha contra acidentes na rede elétrica

A eletricidade, ao longo de sua história, recebeu inúmeras ações que promoveram técnicas e medidas de segurança para que o seu manuseio se mantivesse dentro de parâmetros e regras, a fim de se criar premissas e rotinas como modelos e padrões para o seu uso e manuseio seguro. Mas, mesmo assim, tais ações não conseguem evitar que pessoas morram ou fiquem gravemente feridas por todo o mundo, seja pelo desconhecimento básico ou falta de informação, seja pela omissão ou não compromisso de todos os envolvidos na imensa cadeia elétrica e energética.

A grande maioria de acidentes envolvendo terceiros (população) relacionado ao setor de distribuição de energia elétrica tem a ver com a construção civil (manuseio e movimentação de ferragens e instalação/manutenção de calhas metálicas) e também com a atividade de empinar e resgatar pipas presas aos fios da rede elétrica, em especial, em linhas de alta tensão – 13.800 Volts ou superior. Essa fiação é fixada na parte mais alta dos postes e também a de maior risco se em contato com o ser humano.

Quando o assunto é conscientização sobre os riscos e perigos da eletricidade, o descaso e desconhecimento ceifa muitas vidas em segundos. As consequências destes acidentes são irreparáveis, tanto do ponto de vista pessoal como material. Em 2017 houve um aumento considerável de acidentes e de mortes, apurado pela Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade).

As empresas distribuidoras de energia elétrica buscam, por meio de ações assertivas, envolver seus usuários usando palestras, campanhas e outras parcerias com o objetivo de diminuir os números de acidentes, muitos deles fatais, em suas áreas de concessão. As entidades do setor elétrico e energético também buscam levantar questões que possam atenuar esses números. Mas, essencialmente, somente o engajamento de todos possibilitaria uma efetiva diminuição no número de mortes de pessoas por acidentes de origem elétrica.

Confira a campanha da Energisa de conscientização da população para evitar acidentes na rede pública de energia:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *