Stellantis confirma produção de até 20% de carros a etanol

Os carros movidos exclusivamente a etanol fazem parte do plano Bio-Hybrid da Stellantis.

No dia 24 de janeiro, João Pessoa-PB sediou a primeira edição da Agenda da Mobilidade Sustentável, promovida pelo Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool-PB). O evento reuniu políticos, empresários, representantes das indústrias de etanol e automotiva, acadêmicos, especialistas e trabalhadores do setor sucroenergético para discutir inovações em descarbonização e sustentabilidade.

Durante sua palestra, João Irineu, vice-presidente de Compliance de Produto da Stellantis para a América do Sul, anunciou a inclusão de carros movidos exclusivamente a etanol nos planos de descarbonização da empresa, que é dona de marcas como Fiat, Peugeot, Citroen, Jeep e outras. Esses veículos contarão com motores mais eficientes para otimizar o uso do biocombustível.

 

João Irineu, da Stellantis South America

 

Irineu destacou a importância de ter 10 a 20% da frota da Stellantis movida a etanol até 2030 para alcançar a meta de descarbonização de 50%. “Para descarbonizar 50% até 2030, vamos precisar de um mix de carros em que 10 a 20% da frota roda com etanol, assim não faremos uma transição energética disruptiva. O etanol é uma solução de massa”, disse o executivo. 

Os carros movidos exclusivamente a etanol fazem parte do plano Bio-Hybrid da Stellantis, que visa oferecer soluções acessíveis para uma transição eficiente rumo à mobilidade sustentável. 

A empresa estabeleceu metas para reduzir emissões, com a previsão de atingir uma redução de 50% nas emissões de CO até 2030 e alcançar emissões líquidas zero até 2038.