Na quarta-feira, 11/12, houve o encontro entre o governador da Paraíba, João Azevêdo, e a Cônsul Geral da República Popular da China, Yan Yuqing, em Recife. O foco do encontro foi o Memorando de Entendimento da PB com a China, elaborado com ativa participação do presidente executivo do Sindalcool, Edmundo Barbosa, que na ocasião também estava presente, entre outras autoridades.

Sobre o encontro, Edmundo comentou que “foi muito boa a recepção da Consul Geral da República Popular da China Yan Yuqing. O Governador propôs dois pontos que foram aceitos: primeiro a parceria no ensino do mandarim com a criação de centros de ensino da língua como mais uma alternativa para estudantes da rede estadual; segundo a assinatura do Memorando de Entendimentos com a província de Zhejiang”.

A recepção incluiu um jantar de confraternização para celebrar a cooperação em várias áreas. A Paraíba já conta com um grupo de pesquisas na tecnologia 5G, uma das áreas de cooperação que inclui o Polo Tecnológico, como explicou o Secretário da Educação, Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado. A Consul Geral Yan Yuqing concordou com a estratégia do governo da Paraíba e afirmou que coincide com o interesse do governo chinês, e saudou com entusiasmo a cooperação já existente referente à instalação do estaleiro, prometendo reunir um grupo de empresas, inclusive do mercado financeiro, para o encontro a ser realizado na Paraíba em 2020 no início de Fevereiro, logo após a Primavera Chinesa, data festiva comemorada pelo Consulado.

O governador da Paraíba ainda evidenciou as parcerias com a China: “Nós assinamos um protocolo de intenções para a implantação de um estaleiro para reparos navais no município de Lucena com a empresa IMCYY e nos reunimos recentemente com representantes da empresa Communications Construction Company Ltd. para buscar novos investimentos”, acrescentou. 

A cônsul-geral da China agradeceu a visita, destacou as parcerias já existentes entre o país e a Paraíba e enalteceu a proposta para viabilizar o ensino do mandarim no estado. “Esses planos estratégicos são iguais aos nossos, nós trabalhamos com parcerias com as universidades brasileiras e esse é um bom projeto. Além disso, também incluímos parcerias na pesca e acredito que teremos bons resultados. Nós queremos realizar esse encontro entre empresários e investidores chineses para discutir parcerias econômicas”, afirmou. 

O presidente do Sindalcool saiu otimista do encontro: “A perspectiva sobre o cenário da relação entre Paraíba e China é muito boa, porque vão se abrindo cada vez mais aspectos de grande relevância para o desenvolvimento do estado da Paraíba nessa cooperação com a província de Zhejiang. A própria cônsul combinou conosco a realização de um encontro com empresários chineses aqui na Paraíba no início de fevereiro. Nós estamos desde já tomando todas as providências, junto com o Governo do Estado através de um Grupo de Trabalho voltado para esta finalidade, para que possamos retribuir aos chineses toda a receptividade e o interesse que eles têm demonstrado por investimentos aqui na PB. O primeiro fato concreto dentro desse acordo de cooperação foi o convite feito por mim a uma das maiores construtoras de ferrovias da china para fazer uma visita à Paraíba e conhecer uma área remanescente da antiga malha ferroviária federal que vai desde Cabedelo, atravessando todo o estado em direção à Fortaleza. Essa ferrovia está semiabandonada, no entanto é uma ferrovia importante, já existente, e poderá voltar a funcionar; é que o Governo do Estado e o setor privado, através da Federação das Indústrias, desejam. Eu tive a felicidade de ter contato com essa empresa chinesa, a empresa já recebeu os estudos que eu enviei através da Federação da Indústrias, destacando quais são as cargas que a ferrovia poderia transportar, evitando assim o transporte rodoviário, q tem um volume muito mais alto de emissão de gases poluentes”.

#EuPrefiroEtanol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *