Convenção Coletiva dos trabalhadores do campo é concluída na sede da Fetag-PB

Foi concluída nesta quinta-feira (18) a negociação anual da Convenção Coletiva dos trabalhadores do campo que irão atuar na safra de cana-de-açúcar no período de 2022-2023. 

Na ocasião, estiveram presentes na sede da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba (Fetag-PB) o presidente da entidade e diretores de sindicatos dos 26 municípios paraibanos com cultivo de cana, além de advogados da Fetag-PB e representantes das usinas associadas ao Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool-PB).

Como em anos anteriores, as negociações foram coordenadas por José Bolivar de Melo Neto, diretor da Japungu, que também é vice-presidente do Sindalcool-PB. 

 

 

Foram mantidas as condições e as cláusulas sociais por dois anos. Nas cláusulas econômicas, houve correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e mantidas as conquistas nas relações de trabalho através do diálogo franco e do relacionamento respeitoso e cordial.

“As negociações e o cumprimento dos acordos e da convenção são o principal ativo das usinas na Paraíba. Formam o capital humano. O relacionamento positivo entre as empresas, trabalhadores e os sindicatos se mantém ao longo dos anos. Esse fato pode ser comprovado através da construção da confiança mútua para os resultados e benefícios a todos”, ressaltou Edmundo Barbosa, presidente-executivo do Sindalcool-PB.