Sindalcool-PB completa 42 anos de fundação

O Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool-PB) completou 42 anos de fundação na última sexta-feira (16). O sindicato é formado por sete usinas, que atuam na zona da mata paraibana: Giasa, Tabu, D’Pádua, Japungu (duas unidades), Monte Alegre e Miriri

 

Usina Japungu Agroindustrial, localizada na zona rural de Santa Rita

 

No início da implantação dessas usinas, havia um cenário do barril de petróleo a cerca de 100 dólares. Foram nessas condições que essas empresas enfrentaram os desafios do plantio da cana-de-açúcar e do início da produção do etanol na Paraíba, dando continuidade às atividades do setor sucroenergético, que antes estava restrito a produção de alimentos ou do açúcar.

 

Com tecnologia e inovação, as sete usinas que fazem parte do Sindalcool-PB impulsionam a economia local gerando cerca de 20 mil empregos diretos (dados do Caged), 60 mil empregos indiretos, e movimentam a economia de cerca de 30 municípios produtores de cana no estado.

 

De acordo com o Sindalcool-PB, quando cada empresa paga a folha de pagamento, são injetados cerca de R$ 4 milhões na economia local que abrange 26 municípios diretamente. Só o setor sucroenergético representa 3% do PIB paraibano.

 

Dessa forma, o Sindalcool-PB representa as empresas que produzem açúcar, etanol e bioeletricidade no estado. Sua atuação consiste em defender os interesses dos associados para o desenvolvimento do setor e do mercado, e se consolida como um defensor da energia limpa e renovável.

 

A produção de bioeletricidade, o aproveitamento do bagaço para a geração de energia, também veio com a produção do etanol. Com isso, as usinas têm se transformado cada vez mais em empresas de energia, com padrões, protocolos e modos de agir através da governança e através da preservação do meio ambiente. 

Por meio de divulgação e relacionamento com a imprensa, nas redes sociais (@sindalcool; @completacometanol), no podcast “Completa Com Etanol” e em outras ações e mídias, o Sindalcool-PB também promove a importância da biocombustíveis, sobretudo o etanol, e contribui para o conhecimento das pessoas com informações e notícias sobre a urgência da descarbonização no planeta.

 

Edmundo Barbosa, presidente-executivo do Sindalcool-PB

Os parabéns devem ser creditados à resiliência de todas as pessoas que acreditaram no etanol, desde o início, para substituir os combustíveis fósseis. Nós temos visto uma evolução nessa indústria que entrega para a sociedade um biocombustível que representa, pelo menos, 90% das reduções das emissões do combustível fóssil concorrente, a gasolina”, destacou Edmundo Barbosa, presidente-executivo do Sindalcool-PB. 

 

 

Etanol é saúde, etanol é vida, etanol é exatamente o contrário do que representam os combustíveis fósseis para o planeta. Nós somos, na verdade, ar de qualidade, ar puro para todos. Essa é a grande alegria de fazer parte desse setor e comemorar os 42 anos de vida associativa do sindicato”, finalizou Barbosa.