FONTE: Poder 360 
POR: Paulo Silva Pinto

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, assinará um decreto no início da próxima semana para reduzir de 31% para 24% o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o etanol no estado.

Com a alíquota mais alta do país, quase ninguém mais usa o combustível no Rio. Há também muita sonegação.

O ICMS do etanol no estado subiu em janeiro após o decreto de 2004 de Rosinha Garotinho que baixava a alíquota vencer.

Em dezembro, o governador interino Francisco Dornelles não fez nada a respeito do vencimento do decreto. Ele assumiu o governo após o então governador Luiz Fernando Pezão ser preso, em novembro de 2018.

Imposto caro

Apesar da redução de 24% sobre o etanol, o imposto do Rio de Janeiro ainda será o dobro dos 12% de São Paulo. O ex-secretário de Fazenda paulista Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho é o atual titular da pasta no governo fluminense.

O ICMS do etanol em São Paulo foi reduzido de 25% para os atuais 12% em 2013, pelo então governador Geraldo Alckmin. A arrecadação com o produto aumentou depois da redução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *